Choro de Adão

Este soneto é uma das maravilhosas e surpreendentes poesias de Silvestre Kuhlmann que a mim, em particular, encantam. – Daril

Este soneto, também musicado por Jorge Ervolini, foi feito após a leitura de “O Paraíso Perdido”, de John Milton. Interessante lembrar que o autor desta grande obra, toda em versos, era cego, assim como Homero. – Silvestre Kuhlmann

Choro de Adão
Letra: Silvestre Kuhlmann
Música: Jorge Ervolini

Pior do que deixar o paraíso,
Lugar tão belo onde tenho vivido,
Foi Tua confiança ter traído;
Foi transformar em pranto Teu sorriso.

Talvez fosse melhor nem ter nascido,
E ter sido somente pó da terra,
Que propagar a dor, a morte, a guerra,
A todo o que por mim for concebido.

Senti prazer por tão breve momento.
O preço do pecado causa susto;
Será durável o meu sofrimento.

Padecerá por mim, um dia, o Justo;
Justiça será feita em seu tormento;
Só Ele poderá pagar o custo.

Vejam mais de Silvestre Kuhlmann em: http://silvestrek.blogspot.com/

Advertisements

One thought on “Choro de Adão

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s