Não te deixarei

Juntos

Quanta tristeza já passamos por confiar nosso bem estar e nossa felicidade nas mãos de outras pessoas! De pensar que o seu padrão moral fosse tão alto quanto o nosso. De esperar uma parceria justa na qual as partes mutuamente se beneficiassem. De acreditar que o amor seria mais forte que o egoismo. Frustração foi o resultado! Nos deixaram sós. Em alguns casos, mesmo de corpo presente! Já não havia amizade, parceria, cumplicidade. Embora houvesse presença física, faltava um coração amoroso e participativo.

A verdade é que, em parte, somos culpados. Muitas vezes tomamos o caminho errado. Depositamos confiança nas pessoas erradas. Nosso bem estar físico, emocional e moral não poderia depender de outra pessoa tão ou mais problemática que nós mesmos.

Se ao menos tivéssemos levado a sério a afirmação de Jesus: “…sem mim vocês não podem fazer coisa alguma.” (João 15:5) Então nossa paz jamais seria abalada. O problema é que não conseguimos ficar sozinhos. A solidão fala mais alto e nos impulsiona a atitudes impensadas. Nos aliarmos a pessoas que não podem nos acrescentar nada além de dores e mais problemas. Cada um tem a sua dor, cada um tem o seu problema. Se não formos criteriosos em nossas alianças jamais haverá saldo positivo.

Precisamos, antes de mais nada, resolver nosso problema mais básico: A solidão. Parece que uma parte de nosso ser clama desesperadamente por companhia. Esta é uma necessidade universal. Não podemos ficar sós. Mas essa companhia da qual necessitamos não é meramente social. Nas cidades mais populosas do mundo habitam milhões de pessoas solitárias. Muitas vezes pessoas rodeadas de amigos se entregam às drogas ou acabam se suicidando por estarem sendo consumidas pela solidão!

Todos nós precisamos de alguém que nos console em certos momentos da vida! Todos precisamos de um capitão experiente quando a fúria do mar ameaça tragar nosso barquinho. Precisamos de um amigo verdadeiro!

Quem é suficientemente forte para vencer os imprevistos da vida? Quem pode bater no peito e dizer, “venha o que vier, nada me abaterá”? Somente quem tem Jesus consigo conseguirá sobreviver aos terríveis e trágicos embates da vida no planeta Terra.

Jesus afirmou: “…Não te deixarei, nem te desampararei.” (Hebreus 13:5). Jesus é o lenitivo que nossa alma precisa para enfrentar as dificuldades da vida. Ele é o sustentáculo que nos manterá em pé quando os ventos soprarem forte. Jesus tem o tamanho exato do vazio causado pela solidão. Suas promessas são eternas. Sua palavra é totalmente confiável. Sua presença é doce e reconfortante. Seu suprimento é inesgotável e seu amor é incomparavelmente maravilhoso! Amigos poderão nos abandonar, familiares nos ignorar, companheiros poderão nos trair, mas Jesus jamais nos desapontará!

“Jesus disse:…Eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos” (Mateus 28:18, 20)

 

Daril Simões

 

 

Advertisements

2 thoughts on “Não te deixarei

  1. Fala meu querido obrigado pelas mensagens,estou gostando muito saudade das nossas conversas abraço e até logo

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s