Deixe as chaves com um ateu

 

Chaves3

 

Talvez você não acredite, ou pense que estou brincando, mas o que vou dizer é pura verdade. Esta semana estive preocupado com os meus animais, sobretudo com minha cachorrinha Eva, que está conosco há oito anos. Há algum tempo escrevi um post sobre ela neste link: Eva. Minha gatinha Kero-kero e a Eva são muito apegadas a mim e a minha esposa. Moramos em apartamento e quando saímos elas ficam muito ansiosas pela nossa volta. Deixamos comida, água e todo conforto possível, mas elas não comem até nos verem entrando pela porta da sala. Quando chegamos é uma festa imensa para elas, principalmente para a Eva, que salta em nosso colo e se põe a latir e nos lamber compulsivamente. É como se tivesse imaginado que não voltaríamos mais e ao nos ver ficasse muito aliviada e feliz como quem diz “Eles não morreram; estão de volta; que felicidade!”. Em março tivemos que nos ausentar do país por uma semana e deixamos uma pessoa para ficar com as “meninas” durante nossa ausência. Ao voltarmos a recepção foi digna de um astro do rock! Minha preocupação com elas tem a seguinte direção: O que seria delas se não voltássemos mais? Não por uma semana, mas para sempre! Como seriam resgatadas se só nós temos as chaves do apartamento? Aí você deve estar imaginando que é pouco provável que aconteça algo comigo e com minha esposa simultaneamente nos impedindo de voltar para casa. Bem, neste ponto devo lhe informar que minha esposa e eu somos cristãos e cremos firmemente no cumprimento, muito em breve, da promessa do fundador do cristianismo de que voltaria a esse planeta para buscar, de forma abrupta, aqueles que nele cressem e por ele esperassem.

“Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.” (João 14: 2,3)

“Da mesma forma, como o homem está destinado a morrer uma só vez e depois disso enfrentar o juízo, assim também Cristo foi oferecido em sacrifício uma única vez, para tirar os pecados de muitos; e aparecerá segunda vez, não para tirar o pecado, mas para trazer salvação aos que o aguardam.” (Hebreus 9:27,28)

“Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro.
Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor.”        (1 Tessalonicenses 4: 16,17)

Por muitas razões estamos convencidos de que a volta de Jesus será muito em breve. Tão breve que já estou procurando alguém para cuidar das minhas “meninas”. Talvez você pense que eu deveria estar preocupado com as pessoas e não com os animais. Eu tenho me preocupado muito com as pessoas e as tenho alertado sobre a volta do Filho de Deus a este planeta, no entanto, da mesma forma que parecia loucura para os contemporâneos de Noé que pudesse acontecer um dilúvio em um mundo no qual nem ao menos chovia, elas acham loucura que Jesus possa vir nas nuvens e raptar todos os verdadeiros cristãos num piscar de olhos.

Uma vez esclarecida a minha preocupação sugiro que, caso se encontre em uma situação semelhante à minha, faça cópias das chaves de sua casa e as deixe com um amigo ateu e lhe peça para cuidar de seus animais quando você for embora.

No dia (ou na noite) do arrebatamento vai haver muta confusão, muito desespero, muito barulho! Gritos, desmaios, acidentes de trânsito, acidentes aéreos. A polícia, o exército e os socorristas estarão mobilizados, linhas telefônicas congestionadas ou que não respondem, hospitais lotados. Um verdadeiro caus.

“O grande dia do Senhor está próximo; está próximo e logo vem. Ouçam! O dia do Senhor será amargo; até os guerreiros gritarão. Aquele dia será um dia de ira, dia de aflição e angústia, dia de sofrimento e ruína, dia de trevas e escuridão, dia de nuvens e negridão,” (Sofonias 1: 14,15)

Assim sendo, se você é um cristão de verdade e tem animaizinhos de estimação, procure um ateu de confiança e lhe dê uma cópia de suas chaves.

Não deixe as chaves com um crente desviado ou com um católico nominal, pois existe uma minúscula probabilidade dos mesmos se reconciliarem com Deus momentos antes do arrebatamento. Embora esta possibilidade seja bastante remota pode ser que estas pessoas também sejam arrebatadas. A Bíblia não garante e muito menos eu. Outro motivo é que mesmo se estas pessoas, religiosas mas não convertidas, não forem raptadas por Jesus, elas ficarão tão desesperadas, tão abaladas por terem desprezado a Palavra de Deus que jamais se lembrarão de cuidar dos seus animaizinhos.

“Esteja atento! Fortaleça o que resta e que estava para morrer, pois não achei suas obras perfeitas aos olhos do meu Deus. Lembre-se, portanto, do que você recebeu e ouviu; obedeça e arrependa-se. Mas se você não estiver atento, virei como um ladrão e você não saberá a que hora virei contra você.” (Apocalipse 3:2,3)

“Filhinhos, não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade.
Assim saberemos que somos da verdade; e tranquilizaremos o nosso coração diante dele quando o nosso coração nos condenar. Porque Deus é maior do que o nosso coração e sabe todas as coisas.” (1 João 3:18-20)

“Filhinhos, agora permaneçam nele para que, quando ele se manifestar, tenhamos confiança e não sejamos envergonhados diante dele na sua vinda.” (1 João 2:28)

O mais seguro mesmo é que entregue as chaves para um ateu de confiança. Os ateus sempre são muito racionais e não ficarão muito chocados com o evento do arrebatamento. Logo encontrarão uma explicação que justifique o desaparecimento de milhões de pessoas no mundo inteiro. Não faltarão explicações mirabolantes do tipo “Foram abduzidos por alienígenas” ou “Desintegraram-se por ação de raios cósmicos”. Portanto deixar as chaves com um amigo ou parente ateu é uma opção bastante segura!

“Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis; porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e os seus corações insensatos se obscureceram. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos” (Romanos 1: 18-22)

Outra opção interessante é deixar as chaves com um espírita praticante. Eles, via de regra, são pessoas que se envolvem com obras sociais e poderão socorrer os teus animaizinhos. Podemos estar seguros que os espíritas, de todas as divisões doutrinárias inclusive as religiões orientais e as esotéricas, certamente não serão levados no arrebatamento, pois não esperam por Jesus. A salvação para eles se dá por meio de um número indeterminado de reencarnações. A Bíblia é explicitamente clara ao afirmar que não é pelas obras que o homem é salvo e sim pela graça de Deus mediante a fé. Embora as páginas do Novo Testamento estejam totalmente permeadas com esta afirmação, citaremos apenas o clássico Efésios 2: “Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie;” (Efésios 2:8,9). Além disso a doutrina da reencarnação anula a morte substitutiva de Jesus: Se sou aperfeiçoado por intermédio de reencarnações, não preciso que Jesus tenha morrido por mim. Conclusão: Pode tranquilamente deixar as chaves com um espírita porque Jesus não o levará!

“Porque no evangelho é revelada a justiça de Deus, uma justiça que do princípio ao fim é pela fé, como está escrito: ‘O justo viverá pela fé’ “. (Romanos 1:17)

“Ninguém jamais viu a Deus, mas o Deus Unigênito, que está junto do Pai, o tornou conhecido.” (João 1:18)

“Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.” (João 17:3)

Então, já se decidiu? Não perca mais tempo. A vinda de Jesus está muito próxima! Comece já a colocar tua vida em ordem, pois do contrário talvez não haja tempo!

“Como foi nos dias de Noé, assim também será na vinda do Filho do homem.
Pois nos dias anteriores ao dilúvio, o povo vivia comendo e bebendo, casando-se e dando-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca; e eles nada perceberam, até que veio o dilúvio e os levou a todos. Assim acontecerá na vinda do Filho do homem. Dois homens estarão no campo: um será levado e o outro deixado. Duas mulheres estarão trabalhando num moinho: uma será levada e a outra deixada.
“Portanto, vigiem, porque vocês não sabem em que dia virá o seu Senhor.
Mas entendam isto: se o dono da casa soubesse a que hora da noite o ladrão viria, ele ficaria de guarda e não deixaria que a sua casa fosse arrombada.
Assim, também vocês precisam estar preparados, porque o Filho do homem virá numa hora em que vocês menos esperam.” (Mateus 24: 37-44)

Daril Simões

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s